Mais de 93% das crianças beneficiam de campanha de vacinação em Timor-Leste

Mais de 93% das crianças timorenses foram abrangidas na campanha nacional de imunização contra o sarampo, rubéola e poliomielite em Timor-Leste e que terminou oficialmente no dia 01 de agosto, segundo o Governo.
créditos: LUSA

A campanha nacional, que pretendia alcançar o máximo número possível de crianças com menos de 15 anos, contou com o apoio das principais autoridades timorenses, incluindo do primeiro-ministro, Rui Maria de Araújo, médico de profissão.

Rui Araújo, que aproveitou o lançamento da campanha a 13 de julho para vacinar algumas crianças, destacou o envolvimento na ação nacional dos Ministérios da Saúde, Educação e Administração Estatal.

Entre outros parceiros, destaca o Governo em comunicado, a campanha contou com o apoio da Organização Mundial de Saúde, da Iniciativa Sarampo e Rubéola e da UNICEF.

"Timor-Leste tem feito progressos notáveis no domínio da saúde infantil, ao longo dos últimos dez anos, tendo registado uma redução de 23% na mortalidade infantil, entre 2003 e 2010", sublinha o Governo.

"A cobertura de vacinação de crianças com idades entre 12 e 23 meses quase triplicou no mesmo período", explica referindo que, por isso, já foram erradicados de Timor-Leste a varíola, a poliomielite e o tétano materno e neonatal.

O Governo destaca o impacto da vacinação na saúde da população local bem com os esforços para melhorar estas ações preventivas, com formação adicional, melhorias nos meios de refrigeração das vacinas e as campanhas de sensibilização.

"Quer a campanha quer o programa regular de imunização em curso estão a contribuir para uma mudança na saúde das nossas crianças e, consequentemente, para o futuro da nação", destacou Agio Pereira, ministro de Estado e porta-voz do Governo.

artigo do parceiro: Nuno de Noronha

Comentários