Mais de 500 médicos esperados no Congresso da Beira Interior para discutir "urgência"

Para além de sessões teóricas, haverá cursos práticos no Hospital Sousa Martins
18 de setembro de 2014 - 13h01



Mais de 500 profissionais de todo o país são esperados no 1.º Congresso Médico da Beira Interior, a realizar na Guarda, entre 24 e 27 deste mês, com a temática geral "A urgência", anunciou hoje a organização.



Segundo Cláudia Vaz, presidente da comissão organizadora do evento de âmbito nacional, são esperados na Guarda "sobretudo médicos internos, mas também especialistas".



O 1.º Congresso Médico da Beira Interior é promovido pelas comissões de internos das três unidades de saúde da Beira Interior: Unidade Local de Saúde da Guarda, Unidade Local de Saúde de Castelo Branco e Centro Hospitalar Cova da Beira (Covilhã).



O tema da iniciativa é a urgência nas várias especialidades, como pediatria, medicina interna, medicina geral e familiar, neurologia, psiquiatria, cardiologia, ortopedia, gastrenterologia, cirurgia e pneumologia.



"Escolhemos o tema da urgência porque achamos que era um tema abrangente. Sendo o primeiro evento, achámos que tínhamos que ter um tema apelativo e a urgência acaba por ser o principal na atividade médica, é sempre a primeira preocupação", justificou hoje Cláudia Vaz, na conferência de imprensa de apresentação do congresso.



A iniciativa pretende promover a troca de experiências entre os profissionais de saúde das três unidades da região e os colegas oriundos de locais como Coimbra, Porto e Lisboa, esclareceu a responsável.



O congresso médico, a realizar no Teatro Municipal da Guarda, pode ser "muito importante no futuro, até mesmo na partilha de experiências e de doentes", acrescentou.



Para além de sessões teóricas, no último dia dos trabalhos, 27 de setembro, haverá cursos práticos no Hospital Sousa Martins, que também servirão para mostrar aos participantes a unidade de saúde e o novo pavilhão que foi inaugurado recentemente, segundo os organizadores.



"É importante que o congresso sirva para dizer que no interior acabamos por conseguir um bom trabalho, tanto em termos científicos como de organização", disse Francisco Carvalho, outro elemento da organização.



Os promotores adiantaram que o Congresso Médico da Beira Interior de 2015 será realizado na Covilhã e o de 2016 em Castelo Branco.



Por Lusa
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários