Investigadores do Porto e do Minho recebem Prémio Grünenthal Dor

Fundação Grünenthal é uma entidade sem fins lucrativos que visa a investigação científica
7 de outubro de 2013 - 12h21



Investigadores das universidades do Porto e do Minho recebem dia 18, no Porto, o Prémio Grünenthal Dor, o galardão de mais alto valor distribuído em Portugal no âmbito da investigação da dor, foi hoje divulgado.



Estes prémios contemplam um valor pecuniário total de 15 mil euros, igualmente distribuídos pelo Prémio de Investigação Básica e pelo Prémio de Investigação Clínica.



O Prémio de Investigação Básica, avaliado em 7.500 euros, foi atribuído ao trabalho “Hipoalgesia congénita provoca diminuição da ansiedade e melhoria da aprendizagem”, da autoria de Clara Monteiro, Hélder Cruz, Mariana Matos, Margarida Dourado, Deolinda Lima e Vasco Galhardo, da Faculdade de Medicina do Porto e do Instituto de Biologia Molecular e Celular (IBMC).



“Com esta investigação descobrimos que uma experiência de vida com reduzidos níveis de dor pode ter efeitos comportamentais benéficos”, explicou Clara Monteiro, investigadora principal do trabalho vencedor na categoria de Investigação Básica.



Segundo a investigadora, “no futuro, este estudo poderá contribuir para uma melhor compreensão dos efeitos das patologias dolorosas sobre o equilíbrio funcional do cérebro”.



O galardão do Prémio de Investigação Clínica, também de 7.500 euros, foi atribuído ao trabalho “Preditores pré e pós-cirúrgicos da administração de analgesia de resgate após histerectomia”, da autoria de Patrícia Pinto, Vera Soares e Armando Almeida, da Escola de Ciências da Saúde da Universidade do Minho.



“Esta investigação teve como objetivo identificar que fatores pré e pós-cirúrgicos clínicos e intrínsecos às pacientes, para além da intensidade de dor pós-cirúrgica, podem influenciar a decisão dos profissionais de saúde em administrar analgésicos de resgate 48 horas após a realização de uma histerectomia (retirada do útero)”, referiu a investigadora Patrícia Pinto.



A Fundação Grünenthal é uma entidade sem fins lucrativos que visa a investigação e a cultura científica na área das ciências médicas, em particular no âmbito da dor e respetivo tratamento.



A cerimónia de entrega dos prémios irá decorrer no dia 18 de outubro, no Hotel Ipanema Porto, no âmbito do 4.º Congresso Interdisciplinar de Dor promovido pela Associação Portuguesa para o Estudo da Dor.



Lusa
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários