Investigação sobre regeneração dos tecidos humanos distingue cientista portuguesa

Prémio de 4.000 euros atribuído pelo Institut de France Foundation
31 de janeiro de 2013 – 12h32



A cientista da Universidade do Porto Ana Ribeiro ganhou o galardão internacional Daniel Jouvenance 2012, com uma investigação sobre tecidos de colagénio característicos das estrelas-do-mar e a sua aplicação na regeneração de tecidos humanos.



O prémio, entregue pelo Institut de France Foundation, no valor de 4.000 mil euros, foi atribuído à investigadora “pela qualidade do trabalho, pela utilização da biodiversidade e, também, pela abordagem de um modelo experimental original”, refere um comunicado de hoje do Núcleo de Cultura Científica do Instituto de Engenharia Biomédica.



A cientista Ana Ribeiro, 31 anos, estudou um tecido de colagénio mutável característico dos equinodermes, como o ouriço-do-mar ou a estrela-do-mar, e utilizou-o como modelo para a regeneração de tecidos aplicada à medicina humana.



Mário Barbosa, investigador há cerca de 30 anos na área de Ciência e Tecnologia dos Biomateriais e coordenador deste projeto, diz que “existe um potencial real para a utilização desses biomateriais dinâmicos”, que poderá ir desde a “regeneração de tecidos conjuntivos e tecidos de cicatrização” até “aplicações cosméticas” anti envelhecimento.



Aplicar o conhecimento adquirido nos ouriços-do-mar ou nas estrelas–do-mar à medicina humana é o próximo passo que se coloca no caminho da equipa de investigação.



SAPO Saúde
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários