Ingerir duas refeições ao dia pode ser melhor para tratar diabetes tipo 2

Estudo mostrou perda de peso e de açucar no sangue em três meses

21 de maio de 2014 - 13h11



Ingerir um pequeno-almoço reforçado e um almoço substancial pode ajudar as pessoas que sofrem de diabetes tipo 2 a superar a doença. Atualmente, as diretrizes de combate à doença apontam para seis pequenas porções por dia como a quantidade de refeições ideal.



"Nós comparámos a eficiência do modelo clássico de cinco ou seis refeições por dia com a de duas grandes refeições, pequeno-almoço e almoço, tendo mais ou menos a mesma contagem diária de calorias", declarou na terça-feira à AFP a investigadora Hana Kahleova, do Instituto IKEM de Praga, República Checa.



O estudo concentrou-se numa amostra de 54 homens e mulheres com idades entre os 30 e os 70 anos, que sofrem de obesidade e diabetes tipo 2, o qual não depende de insulina.



Durante três meses, aqueles que ingeriram refeições maiores duas vezes por dia perderam mais 1,4 quilos do que os que seguiram o modelo clássico, afirmou Kahleova.



"Os níveis de açúcar, insulina e glucagon num estômago vazio também caíram mais rapidamente em doentes que comem de manhã e ao meio-dia e sua sensibilidade à insulina também melhorou", prosseguiu, cita a agência France Presse.



Mas a investigadora alertou que "aqueles que tomam insulina não podem começar a dieta sem consultar um médico", afirmando que a mudança deve conduzir a um ajuste significativo da dosagem de insulina injetada.



Porém, a autora deixa o aviso: "Não podemos dar recomendações gerais com base neste único estudo".



Por SAPO Saúde com AFP

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários