IGAS está a investigar desvio de doentes do público para o privado

Reportagem TVI “Desviados” dá conta de vários casos de doentes desviados para privados

12 de novembro de 2013 - 13h01

A Inspeção Geral das Atividades em Saúde (IGAS) tem em curso um processo de inquérito e um outro administrativo aos casos de alegado desvio de doentes do setor público para o privado, denunciados segunda-feira pela TVI, segundo fonte oficial.

A reportagem TVI “Desviados” dá conta de vários casos de doentes que, seguidos no Serviço Nacional de Saúde (SNS), eram desviados pelos médicos do setor público para os consultórios privados onde os clínicos exerciam.

Diagnósticos falsos, alegada falta de capacidade instalada no setor público, cobrança de valores indevidos são vários dos casos apontados pela reportagem, alguns dos quais estão a ser alvo de inquérito da IGAS.

O processo da IGAS começou no ano passado e leva em conta as denúncias de médicos, entre os quais alguns que foram entrevistados na entrevista da TVI.

A mesma fonte do gabinete do Ministério da Saúde adiantou que, no âmbito do processo de inquérito, foi instaurado um outro administrativo, que também tem em conta denúncias, desta vez num jornal eletrónico.

A propósito destas alegadas práticas, algumas delas já resolvidas, estão em curso ações de prevenção nos hospitais envolvidos, adiantou a mesma fonte.

Lusa

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários