Idosos sul-africanos utilizam preservativos para combater a artrite

Os idosos esfregam os preservativos nas articulações e afirmam sentir um alívio imediato
20 de setembro de 2013 - 12h40
As pessoas idosas da África do Sul preferem utilizar preservativos em vez de comprimidos para aliviar as dores provocadas pela artrite, já que acreditam que o lubrificante presente no látex é mais benéfico, informou um jornal nesta sexta-feira.
Os idosos esfregam os preservativos nas articulações e afirmam sentir um alívio imediato, indicou o jornal Sowetan.
"Este óleo é o número um", declarou Elizabeth Moyo ao jornal depois de demonstrar como utiliza os preservativos. "Estou cansada dos comprimidos", afirma.
Na África do Sul, onde uma em cada dez pessoas está infetada pelo HIV, os preservativos são muito fáceis de conseguir, em muitos casos gratuitamente.
Especialistas médicos afirmaram que não há provas científicas de que os preservativos ajudam a aliviar a dor e declararam estar preocupados porque não são utilizados para a finalidade para a qual foram concebidos.
A artrite, comum nas pessoas mais velhas, provoca dor e inchaço nas articulações.

SAPO Saúde com AFP
artigo do parceiro: Nuno de Noronha

Comentários