Hospital de Viana do Castelo com sistema automático de marcação de consultas

O hospital de Santa Luzia, em Viana do Castelo, anunciou que o serviço de consultas externas tem ao dispor dos utentes um sistema automático de marcação de consultas do dia, através da utilização do cartão de cidadão.

Em comunicado, aquela unidade, que integra a Unidade Local de Saúde do Alto Minho, explicou que "o novo sistema de registo de consultas e de gestão de atendimento na no serviço de consultas externas visa melhorar a qualidade e eficiência do atendimento".

O quiosque, instalado no átrio de entrada daquela unidade, "permite ao utente, aquando do registo da consulta ficar na posse de uma senha, que o serviço emite, com a indicação do médico e da especialidade da consulta, bem como a hora e o local onde a mesma se vai realizar".

"Caso não seja portador do cartão de cidadão, o quiosque emitirá uma senha, normal ou prioritária, consoante a situação, para ser atendido pelos assistentes técnicos do serviço de consulta externa", lê-se naquela nota que refere ainda que o novo serviço entrou em funcionamento em julho passado.

O hospital de Santa Luzia serve cerca de 244 mil pessoas dos dez concelhos do distrito de Viana do Castelo, e algumas populações vizinhas do distrito de Braga.

Além daquele hospital a ULSAM integra o hospital Conde de Bertiandos, em Ponte de Lima, e 13 centros de saúde espalhados pelo Alto Minho.

No passado dia 22, a ULSAM recebeu o primeiro prémio, a nível nacional, por ter obtido os "melhores níveis de desempenho" num estudo promovido pela empresa IASIST.

Aquele prémio foi atribuído no âmbito do "Top 5 da excelência dos Hospitais Portugueses no âmbito das Unidades Locais de Saúde".

"A ULSAM vê assim reconhecido o esforço e compromisso do conselho de administração, e de todos os profissionais que contribuem ativamente para uma melhor saúde no Alto Minho", lê-se na nota enviada na ocasião.

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários