Hospital de Santarém celebra 30 anos mostrando-se à população

O Hospital de Santarém está a comemorar, até 04 de dezembro, os 30 anos de existência com um conjunto de eventos que procuram envolver a população, mostrar uma organização “com vida própria” e proporcionar momentos de reflexão.
créditos: ANTÓNIO COTRIM/LUSA

José Josué, presidente do conselho de administração do Hospital de Santarém, disse hoje à agência Lusa que haverá um momento para balanço e apresentação de novos projetos, como a intervenção prevista nos blocos operatórios, mas a comemoração procura fundamentalmente que “o hospital se mostre” à comunidade e proporcione momentos de confraternização e reflexão entre os seus colaboradores.

O programa iniciou-se na segunda-feira com animação no átrio principal pela Tuna da Escola Superior de Saúde de Santarém, missa na capela do hospital e uma sessão com entrega de diplomas aos colaboradores com 30 ou mais anos de serviço.

“Foram entregues diplomas a cerca de 120 pessoas que abriram este hospital, que vieram do antigo hospital [que funcionou até 1985 no edifício da Santa Casa da Misericórdia de Santarém, no planalto da cidade] ou que entraram na altura. Foram momentos de muitas histórias e peripécias, ocorridas na própria mudança”, afirmou.

Com cada semana a ser dedicada a um serviço, o programa arrancou com um conjunto de iniciativas do departamento da Mulher e da Criança, tendo o administrador realçado o facto de a maternidade do Hospital de Santarém ter registado, até ao momento, mais 66 nascimentos do que em 2014, um crescimento de 8%.

A maternidade do Hospital de Santarém é uma das áreas identificadas desde há uns anos a necessitar de requalificação e modernização, mas, “mesmo assim, apesar do envelhecimento, tem respondido à altura”, disse José Josué à Lusa.

“São organizações com grande utilização e desgaste, contrabalançado por melhoramentos, modernização, requalificação”, disse, referindo as obras realizadas nos serviços de urgências e consultas externas e os projetos para os blocos operatórios e a maternidade.

Em setembro, o capital estatutário do Hospital de Santarém foi reforçado em 1,8 milhões de euros, valor destinado, nomeadamente, a “alavancar a totalidade do orçamento previsto para as obras dos blocos operatórios”.

Com a comemoração, a administração quer “que os serviços se mostrem, que os utentes possam ver, perguntar, conhecer”, afirmou, adiantando que, além do funcionamento dos departamentos, serão mostradas as áreas de excelência, as melhores práticas e as novas técnicas.

A par de ‘posters’ dos departamentos, realizam-se rastreios, aulas de correção postural, ‘fisiofitball’, zumba, projeção de filmes em plasma na entrada do Hospital, programas de rádio, música com o Conservatório de Música de Santarém, entre outras iniciativas.

O programa encerra no dia 04 de dezembro com uma palestra sobre “Saúde em Portugal” pelo Diretor Geral da Saúde, Francisco George, ficando patente, de 20 a 29 de novembro, uma exposição sobre as memórias dos 30 anos do hospital no W Shopping.

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários