Grupo português convidado para organizar faculdade de medicina dentária na China

O grupo Clínica Malo foi convidado para organizar a faculdade de medicina dentária de uma universidade que está a ser construída na China por um milionário local, anunciou o presidente do grupo, Paulo Malo.
créditos: Pixabay

"É a primeira parceria que fazemos a nível pedagógico, abrindo uma nova aérea de negócios para a Malo Clínica, e vai também permitir assegurar um 'stock' de dentistas necessário para acompanhar a nossa expansão na China", disse Paulo Malo à agência Lusa.

A futura universidade, situada em Tianjin, o maior porto do norte da China, a cerca de 150 quilómetros de Pequim, deverá começar a funcionar em 2018.

Trata-se de um investimento de 10.000 milhões de yuan (1.530 milhões de euros), financiado pelo presidente e fundador do consórcio farmacêutico Tiens Group, Li Jinyuan.

Com uma área de construção de 210 hectares, a projetada Tiens University estende-se por 3,2 quilómetros quadrados e está projetada para acolher 30.000 estudantes.

Além de medicina dentária, a universidade terá cursos de medicina tradicional chinesa, comunicação, biologia e agricultura, algumas dos quais organizados em colaboração com instituições académicas norte-americanas, indicou Paulo Malo, um dos convidados estrangeiros que assistiu ao início oficial das obras, em meados de julho.

O presidente do Tiens Group, Li Jinyuan, ficou mundialmente famoso há três meses, quando pagou quatro dias de férias em Paris e na Côte d'Azur a 6.400 dos seus empregados, 5.400 dos quais oriundos da China, para celebrar o 20.º aniversário da sua empresa.

Comentários