Gripe aviária H7N9 já fez 14 mortos na China

Organização Mundial da Saúde indica que não há indício de transmissão do vírus entre seres humanos
15 de abril de 2013 - 17h41



O vírus da gripe das aves H7N9 infetou 61 pessoas na China e 14 delas morreram, segundo o último balanço do departamento de Saúde da província de Jiangsu (Leste do país).



A agência de notícias Xinhua informou no domingo que o vírus se propagou à província de Henan (no centro da China), depois de ter sido registado um caso em Pequim. Até sábado, a presença do vírus H7N9 continuava oficialmente circunscrita a três províncias do leste do país (Zhejiang, Jiangsu e Anhui) e ao município de Xangai.



A indústria de aves na China perdeu mais de 10 bilhões de iuanes (1,24 mil milhões de euros) desde o anúncio do primeiro caso de infeção no ser humano.



A Organização Mundial da Saúde indica que não há indício de transmissão do vírus entre seres humanos.



SAPO Saúde com AFP
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários