Governo vai contratar mais de duas centenas de médicos

Médicos contratados em 35 especialidades para contratos de tempo indeterminado

7 de janeiro de 2014 - 11h22

Num despacho publicado esta segunda-feira, o Ministério da Saúde anuncia a abertura de 263 vagas para médicos, distribuídas por 35 especialidades, em mais de 40 hospitais e centenas de centros de saúde.

As contratações por tempo indeterminado acontecem ao abrigo de um regime que pretende fazer face a “carências de pessoal médico”, destaca hoje o Jornal de Negócios.

A abertura de vagas vai decorrer no primeiro semestre deste ano, lê-se no documento.

Vagas para médicos que já concluíram especialidade

Estes profissionais, refere o Jornal de Negócios, assinarão contratos por tempo indeterminado ao abrigo de um regime que se destina a médicos que tenham concluído a especialidade na segunda época do ano passado.

Segundo o Ministério tutelado por Paulo Macedo, as vagas, agora anunciadas, serão distribuídas por 35 especialidades, nomeadamente Medicina Geral e Familiar (44), Medicina Interna (26), Pediatria Médica (26) e Ginecologia/Obstetrícia (18), em mais de 40 hospitais e centenas de centros de saúde de Norte a Sul do País.

Entre os locais nos quais foram detetadas mais carências destaca-se o Centro Hospitalar do Algarve, o Centro Hospitalar Cova da Beira, e os centros de saúde das administrações regionais do Centro e Norte, revela o Jornal de Negócios.

SAPO Saúde

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários