Governo vai analisar doenças dos portugueses

DGS prepara relatório com as doenças mais e menos comuns entre os portugueses
29 de outubro de 2013 - 10h44



O Governo vai estudar o impacto dos cortes no orçamento da Saúde na evolução das doenças dos portugueses.



Durante uma reunião com as bancadas parlamentares do PSD e do CDS, o ministro da Saúde, Paulo Macedo, anunciou que a Direção-geral de Saúde irá apresentar dentro de dias um relatório "com todos os tipos de doenças na nossa sociedade, o que passará a ser feito de forma sistemática", ou seja, abrangendo desde doenças cardiovasculares a infecções, sida ou cancro, avança o semanário SOL.



"É importante monitorizar estes resultados, numa altura de crise. É algo muito relevante", afirmou o governante, na Assembleia da República.


Durante o discurso inicial do ministro, aberto à comunicação social, Macedo prometeu mais uma vez regulamentação sobre conflitos de interesses na Saúde, algo que foi anunciado pela primeira vez em janeiro deste ano.



Segundo Macedo, está em causa "a transparência" de quem escolhe as tecnologias de saúde, nomeadamente, os medicamentos. Isto significa que vai haver mais escrutínio sobre as receitas passadas pelos médicos.


Sobre o orçamento para 2014, que leva um corte de 300 milhões de euros, o ministro sublinhou que dois terços da redução da despesa são feitos à custa da indústria farmacêutica, 20% nas remunerações e horas extraordinárias e 10% em áreas que afectam directamente os utentes.



SAPO Saúde
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários