França estuda terceiro caso de possível contágio por coronavírus

Os coronavírus são uma vasta família de vírus que inclui os que causam a gripe comum
10 de maio de 2013 - 10h22
As autoridades de saúde francesas anunciaram hoje que estão a estudar três casos de possível contágio de coronavírus, um novo vírus parecido com a síndrome respiratória aguda severa, em pessoas que estiveram em contacto com um paciente contaminado.
O homem, de 65 anos, esteve em meados de abril no Dubai e encontra-se atualmente em isolamento num hospital de Lille, norte de França, em estado grave mas estável, de acordo com as autoridades de saúde.
As mesmas fontes adiantaram que o homem esteve em contacto com outras pessoas, três (dois homens e uma enfermeira)das quais apresentavam sintomas do coronavírus e que estão sob observação.
Os coronavírus são uma vasta família de vírus que inclui os que causam a gripe comum, mas também a síndrome respiratória aguda severa (conhecido como SRAS), que em 2003 matou cerca de 800 pessoas numa epidemia que alastrou sobretudo na Ásia.
O novo coronavírus, identificado pela primeira vez em setembro de 2012 após a morte de um doente em junho do mesmo ano, é, no entanto, diferente do que provocou a SRAS, já que causa uma falência renal rápida.
De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), 18 pessoas morreram em todo o mundo contaminadas por este vírus, 11 das quais na Arábia Saudita.
A OMS já pediu aos estados-membros para manterem uma vigilância apertada em torno dos casos de infeção respiratória aguda.
Lusa
artigo do parceiro: Nuno de Noronha

Comentários