Farmácias e distribuidores podem escoar fármacos em stocks sem novos preços

Até 30 de Novembro, sem aplicarem a redução de preço

As farmácias e os distribuidores podem escoar até 30 de novembro os
medicamentos que têm em stock sem aplicarem a nova portaria que
estabelece uma redução de seis por cento no preço, anunciou hoje o
Infarmed.

"Os medicamentos que se encontravam nos distribuidores por grosso às
24:00 de 14 de outubro de 2010 podem continuar a ser colocados nas
farmácias até às 24:00 de 30 de novembro de 2010, sem aplicação da
dedução prevista nos números 1 a 3 da Portaria n.º 1041 A/2010, de 7 de
outubro, quando a dedução em causa seja superior a 0,18 euros", segundo
uma circular conjunta do Infarmed e da Direção-Geral das Atividades
Económicas (DGAE).

A autoridade nacional do medicamento e a DGAE afirmam que, "tendo em
consideração o objetivo do fornecimento regular e contínuo de
medicamentos, sem risco de quebras no abastecimento do mercado devido à
necessidade de remarcação das embalagens existentes nas farmácias",
decidiram alargar o período de escoamento para os medicamentos que já se
encontravam nas farmácias e distribuidores a 14 de outubro.

11-10-2010

Fonte: Lusa

Comentários