Especialistas internacionais reúnem-se em congresso sobre implante coclear

O evento vai ter lugar nos dias 29 e 30, no Hotel Vila Galé, em Coimbra.

O IV Congresso Internacional “Implante Coclear” vai servir de palco à comemoração do 25º aniversário do primeiro implante coclear, realizado pelo Serviço de Otorrinolaringologia do Centro Hospitalar de Coimbra (CHC), em 1985. O momento de alegria para os profissionais do CHC e para a comunidade científica nacional e internacional vai ter lugar nos dias 29 e 30, no Hotel Vila Galé, em Coimbra.

O Congresso, que tem como Presidentes de Honra o Dr. Manuel Filipe Rodrigues e o Dr. Fernando Carlos Rodrigues, vai reunir profissionais de várias especialidades e de diversos países que contribuem para o êxito do implante coclear: otorrinolaringologistas, pediatras, neuro-radiologistas, especialistas em neuro-desenvolvimento, em genética, em reabilitação auditiva vão trocar experiências valiosas e importantes para o avanço deste método terapêutico.

O presidente do congresso, o Dr. Carlos Ribeiro, salienta que o evento “permitirá comemorar o 25º aniversário de actividade em prol da (re)habilitação auditiva” ao mesmo tempo que “será uma excelente oportunidade para troca de conhecimentos entre personalidades e grupos profissionais que contribuem, com o seu saber, para o sucesso do implante coclear”.

Os temas principais a serem abordados no Congresso Internacional incluem a História do Implante Coclear (IC); Protocolo de IC para crianças; Protocolo de IC para adultos; Imagiologia e IC; Anestesia e IC; IC em protocolo bimodal; IC híbrido (EAS); Implante coclear bilateral; A Genética e o implante coclear; IC em crianças com alterações do neuro-desenvolvimento; IC e malformações cocleares; Técnica cirúrgica: Cirurgia com transmissão em directo; IC: Estratégias de programação e resultados; Processamento auditivo central e IC; e Novos horizontes para o IC.

As mesas redondas vão servir para a troca de experiências sobre a técnica cirúrgica no IC - como fazer e controvérsias - para além de dar exemplos de como se devem evitar e resolver complicações após o implante coclear.

Adicionalmente, o congresso vai dispor ainda de dois cursos teórico-práticos: o primeiro diz respeito à programação de implantes e (re)habilitação auditiva; e o segundo curso incidirá sobre a terapia da fala no contexto do implante coclear.

2010-10-27

Comentários