Especialistas ensinam amputados a não desistir dos seus sonhos

A Associação Nacional de Amputados vai reunir, em Vila Nova de Gaia, especialistas de várias áreas com o objetivo de “fazer com que os amputados não desistam dos seus sonhos e aprendam a viver com a sua condição física”.
créditos: ANAMP

A sócia fundadora e presidente da associação, Paula Leite, disse hoje à Lusa que a conferência “O amputado, novas etapas, novos rumos, nova vida” vai realizar-se no próximo dia 17, para responder a questões como “O que fazer perante uma amputação? Continua a existir vida? Como fica a vida?”.

“A ação vai valorizar todas as etapas pelas quais a pessoa amputada deveria passar, desde a recém-amputação até à reintegração na sociedade”, afirmou.

Será discutida “a importância do voluntariado específico, logo no hospital, a ajuda imprescindível do psicólogo, o saber do médico fisiatra e a minuciosidade do fisioterapeuta e do ortoprotésico no aconselhamento dos produtos de apoio e a utilidade dos mesmos para a sua qualidade de vida”.

Abordar-se-á também “a relevância da reabilitação psicossocial e profissional, como apoio para a reintegração familiar, social e profissional dos amputados”.

Romper barreiras e informar a classe médica

“Temos de tirar as pessoas amputadas de casa e mudar mentalidades, criando um coletivo de aceitação, não só social, como focada num objetivo ‘eu próprio me aceitar’. Romper barreiras, valores, desbravar caminhos para a felicidade, abrir horizontes e afirmar a qualidade de vida”, defendeu Paula Leite.

A conferência pretende também "informar e sensibilizar a classe médica" para a importância que todas as etapas têm no futuro do amputado.

Ver artigo completo

Comentários