Equipamentos de saúde abrem em Odivelas para servir mais de 46 mil utentes

Investimento da ARS de Lisboa e Vale do Tejo é de 1,780 milhões de euros
20 de junho de 2013 - 15h08



A Câmara de Odivelas inaugurou hoje as instalações da Unidade de Saúde Familiar (USF) da Ramada e da Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP), equipamentos que vão servir mais de 46 mil utentes no concelho.



Embora ambas as unidades estejam a funcionar desde o início do mês, a cerimónia de inauguração decorreu apenas esta manhã, contando com a presença do secretário de Estado Adjunto do Ministro da Saúde, Fernando Leal da Costa.



A construção do equipamento que alberga a USF da Ramada e a UCSP de Odivelas representou um investimento da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo de cerca de 1,780 milhões de euros, tendo a autarquia cedido os terrenos e efetuado os arranjos exteriores.



No seu discurso, a presidente da Câmara de Odivelas, Susana Amador, referiu que em termos de equipamento de saúde o concelho tinha um “défice enorme” e que as estruturas existentes eram “obsoletas”.



“Era uma obra que há muito tempo desejávamos. Era um sonho antigo que agora se concretiza”, apontou.



Por seu turno, Fernando Leal da Costa sublinhou que o Governo tem procurado estar atento às questões da Saúde, ainda que o país esteja a atravessar um “período económico difícil”.



“Temos inaugurado várias unidades de saúde e temos estado ao lado das autarquias. Portugal não está parado, agora não podemos é prometer o que não sabemos se podemos cumprir”, afirmou o governante.



Até ao momento a USF da Ramada tem inscritos 15.656 utentes, enquanto a de UCSP de Odivelas tem 30.617.



Lusa
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários