Enfermeira britânica volta a ser internada com novos sinais de Ébola

Uma enfermeira escocesa que contraiu o vírus Ébola na Serra Leoa no ano passado está de volta ao hospital com novos sinais da infeção.
créditos: EPA/AHMED JALLANZO

Pauline Cafferkey, de 39 anos, foi transferida do Queen Elizabeth Hospital, em Glasgow, para o Hospital Royal Free, em Londres, devido a "uma complicação tardia incomum" provocada pela infeção do vírus Ébola, explica o hospital londrino em comunicado.

"Ela vai ser tratada isoladamente debaixo de fortes medidas de segurança", lê-se na nota citada pela agência Reuters.

Cafferkey, de South Lanarkshire, na Escócia, passou várias semanas numa unidade de isolamento no início do ano depois de contrair o vírus em dezembro de 2014.

Pauline Cafferkey foi a primeira pessoa a ter sido diagnosticada com Ébola em solo britânico. Recebeu alta em janeiro, aparentemente recuperada.

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários