Empresa canadiana comercializa simulador de obstetrícia desenvolvido em Portugal

Equipamento é constituído por manequins interativos, incluindo parturiente e feto

10 de fevereiro de 2014 - 14h33

Um simulador de treinos de obstetrícia, desenvolvido por uma equipa do Instituto de Engenharia Biomédica do Porto (INEB), foi apresentado no congresso mundial de simulação médica que decorreu em S. Francisco, EUA, e já está em comercialização.

O projeto resultou de uma parceria com a empresa canadiana CAE Healthcare, produtora dos simuladores de voo da Boeing e da Airbus.

Fonte do INEB disse hoje à Lusa que, com a apresentação pública, o simulador passou a estar comercialmente disponível, representando, por isso, mais “um exemplo da capacidade de transferência de conhecimento entre a academia portuguesa e a indústria do setor”.

A parceria entre o INEB e a CAE Healthcare já tem alguns anos, com retorno financeiro para a investigação nacional.

O coordenador da equipa do INEB, Diogo Ayres de Campos, esclareceu que “a empresa tem financiado a investigação necessária ao desenvolvimento do software do simulador” e que agora, com a comercialização do equipamento, o contrato estabelecido “prevê um pagamento pelos direitos de propriedade intelectual”.

Diogo Ayres de Campos explicou ainda que a responsabilidade da equipa portuguesa esteve “no desenvolvimento do software do simulador, no desenho dos cenários médicos de treino e em toda validação clínica do equipamento”, enquanto a empresa canadiana teve a seu cargo a produção do manequim e, a partir de agora, a comercialização do simulador.

Comentários