Emergência Médica

INEM recebeu uma média de 110 mil chamadas por mês em 2010

O Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) do INEM recebeu no ano passado uma média de mais de 110 mil chamadas por mês, o que corresponde a mais de 3.800 telefonemas diários, segundo números oficiais.

Os dados dos últimos 10 anos mostram que desde 2004 o número de chamadas para o CODU é superior a um milhão em cada ano, tendo chegado a atingir, em 2005, os 1,5 milhões de telefonemas, feitos para o 112 e transferidos para o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

Em 2010, das 1,4 milhões de chamadas, o CODU do Norte contribuiu com 492 mil, seguido do de Lisboa e Vale do Tejo, com 465 mil.

Mais distantes destes números estão o CODU do Centro, com 343 mil telefonemas, e o do Algarve, com pouco mais de 100 mil.

Em janeiro deste ano, uma auditoria do Tribunal de Contas lembrava que o tempo médio de resposta de 13 segundos do INEM no atendimento das chamadas entre 2007 e 2009 ficou “muito aquém” dos cinco segundos ou menos recomendados.

O INEM é o organismo do Ministério da Saúde responsável por coordenar o funcionamento, no território de Portugal Continental, de um Sistema Integrado de Emergência Médica.

02 de maio de 2011

Fonte: Lusa/SAPO

Comentários