Dor crónica em debate no Sociedade Civil

Lombalgia crónica, osteoartrose e cefaleias são algumas das causas desta síndrome

A Associação Portuguesa para o Estudo da Dor (APED) participa hoje, dia 1 de março, no programa Sociedade Civil, emitido em directo na RTP2, sobre o tema “Dor crónica”. O programa irá realizar-se entre as 14h e as 15h30.

Estima-se que mais de 3 milhões de portugueses sofrem de dor crónica. A lombalgia crónica, osteoartrose, cefaleias e artrite reumatóide são algumas das causas mais frequentes de dor crónica. Se a dor não for adequadamente tratada, a qualidade de vida das pessoas poderá ser gravemente afectada, podendo conduzir à incapacidade para o trabalho.

A Associação Portuguesa para o Estudo da Dor é uma entidade sem fins lucrativos que tem por objectivos promover o estudo, o ensino e a divulgação dos mecanismos fisiopatológicos, meios de prevenção, diagnóstico e terapêutica da dor, de acordo com os parâmetros estabelecidos pela International Association for the Study of Pain, e pela Organização Mundial de Saúde. Para mais informações consulte www.aped-dor.org.

01 de março de 2011

Fonte: LPM Comunicação

artigo do parceiro:

Comentários