Dívida total do SNS deverá ser de 1.500 milhões de euros no final do ano

No final de 2011, esse valor era de 3 mil milhões de euros
4 de novembro de 2013 - 14h39



O Ministério da Saúde espera chegar ao final do ano com uma dívida total de 1.500 milhões de euros, valor que considera “historicamente muito baixo”, anunciou hoje o secretário de Estado Manuel Teixeira.



A intervenção do secretário de Estado da Saúde decorreu durante o esclarecimento sobre o orçamento do Estado para 2014, que há mais de quatro horas decorre na Assembleia da república.



Segundo Manuel Teixeira, a dívida total do Serviço Nacional de Saúde deverá atingir os 1.500 milhões de euros no final do ano. No final de 2011, esse valor era de 3 mil milhões de euros.



Em termos de dívida em atraso (acima dos prazos definidos), esta situava-se nos 1.014 milhões de euros no final do terceiro trimestre deste ano, esperando a tutela que esta seja de 600 milhões de euros no final do ano.



Lusa
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários