Direitos e deveres do doente

Respeitar e ser respeitado

Porque hoje se celebra o Dia Mundial do Doente, é tempo de relembrar os direitos e deveres que cabe a cada doente ter.

O direito à preservação da saúde assenta num conjunto de valores fundamentais como a dignidade humana, a equidade, a ética e a solidariedade. A eficiência da assistência médica e dos serviços sociais necessários é um direito reservado a cada cidadão, tal comodefende o artigo 25 da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Mas não existem direitos sem deveres e, tanto no plano da saúde como nos restantes, não somos respeitados se não respeitarmos, igualmente, qualquer pessoa ou instituição. No caso dos deveres do doente, é importante ter presente que, em nome da nossa saúde ou da saúde dos terceiros que estão sob a nossa responsabilidade, devermos sempre colaborar com os profissionais e agir de acordo com as regras de funcionamento de cada instituição de saúde, para que não ponhamos em causa a eficiência e qualidade dos seusserviços.

Quanto mais informados formos sobre as nossas condições e liberdades como pacientes,melhor será a nossa contribuição como sujeitos activos, tanto na melhoria dos cuidados e serviços de saúde como na preservação da nossa dignidade humana.

Conheça quais são os Direitos e Deveres do Doente:
http://www.portaldasaude.pt/portal/conteudos/informacoes+uteis/direitos+deveres/direitosdeveresdoente.htm

10de Abril de 2011

Vânia Correia

Comentários