Metade dos portugueses tem problemas de visão. DGS quer mais rastreios

Metade dos portugueses tem problemas de visão, apontou hoje a Direção-Geral da Saúde, que destaca a importância de rastrear doenças como a retinopatia diabética e a ambliopia nas crianças, que podem ser detetadas, prevenidas ou tratadas.
créditos: Pixabay

Assinalando o Dia Mundial da Visão, que hoje se assinala, a DGS indica que, a partir de 2018, haverá em todo o país rastreios.

Os rastreios decorrem, desde o ano passado, em unidades de saúde na região Norte com o Programa de Rastreio da Saúde Visual Infantil.

Em Portugal, "cerca de 20% das crianças, tal como 50% dos adultos, sofrem de erros refrativos significativos", salienta a DGS.

Nos dados globais da Organização Mundial de Saúde, há 36 milhões de pessoas cegas em todo o mundo e 217 milhões com problemas moderados ou graves.

A organização internacional considera que 80% das causas destes problemas podem ser evitados ou tratados.

Veja aindaCuida bem dos seus olhos? Tome nota destas 10 recomendações médicas

Saiba maisOftalmologistas indicam 4 sinais de alerta da saúde dos olhos

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários