DGS confirma quinto caso de doente infetado com legionela na Maia

A Direção-geral da Saúde (DGS) confirmou hoje um quinto caso de doença dos legionários num trabalhador da fábrica Sakthi na Maia, afetada por um surto da bactéria legionela.

Fonte oficial da DGS adiantou à agência Lusa que está já confirmado o quinto caso de contaminação num trabalhador da fábrica onde foi detetada a bactéria.

Na segunda-feira, as autoridades avançaram o primeiro caso deste surto na Maia, estando na altura sete outros em estudo.

Segundo o comunicado de hoje da DGS, há até agora cinco doentes, “todos trabalhadores” da empresa Sakthi Portugal, “admitindo-se que os casos foram devidos a exposição ocupacional previamente identificada”.

“O nível de alerta para a população em geral mantém-se nos termos dos comunicados anteriores, uma vez que se trata de exposição, até ao momento, confinada a ambiente ocupacional”, acrescenta a autoridade de saúde.

Os trabalhos conduzidos pela Inspeção-Geral do Ambiente (IGAMAOT) confirmaram que a unidade fabril está em condições de continuar a laboração, visto que os trabalhos de desinfeção foram, entretanto, concluídos.

Comentários