Dermatologistas lançam guia de apoio para pais de crianças com Eczema

1 em 5 crianças sofre desta doença e a prevalência duplicou nos últimos 30 anos

Um grupo de Dermatologistas Europeus, com o apoio da Astellas Pharma, estão a lançar um guia de apoio para ajudar os pais de crianças com Eczema Atópico (EA) a lidar melhor com o problema. O EA é uma patologia crónica da pele, caracterizada por comichão, inflamação, pele áspera e seca. Surge, normalmente, no primeiro ano de vida e, a nível mundial, afecta 1 em cada 5 crianças, sendo que a prevalência tem duplicado nos últimos 30 anos. Em Portugal, cerca de 10% das crianças sofrem desta patologia.

“É fundamental que os pais percebam em que consiste a doença e como a tratar para que, posteriormente, possam ajudar os seus filhos. Infelizmente, ainda existem muitos preconceitos e crenças em relação ao Eczema Atópico que levam os pais a impor restrições ao número de banhos, bem como dietas extremamente rigorosas.

Este guia pretende apoiar os pais na gestão da patologia e a adoptar comportamentos mais conscientes, que ajudem a controlar as exacerbações da pele, bem como assegurar a eficiência dos tratamentos”, explica o Professor Frédéric Cambazard, um dos autores do projecto.

O guia inclui dez conselhos-chave que devem ser colocados em prática no dia-a-dia e, assim, promover uma melhor qualidade de vida destas crianças. Identificar e prevenir situações que sejam desencadeadoras para o desenvolvimento de exacerbações, informar os professores da doença, evitar roupa apertada e áspera, manter as unhas das crianças curtas para minimizar os danos provocados pelo “coçar”, usar regularmente cremes hidratantes e evitar a ingestão dos alimentos “gatilho” são algumas das medidas contempladas.

Também designado Dermite ou Dermatite, o EA é o resultado de uma inflamação cutânea de evolução crónica que tem origem, por um lado, na susceptibilidade genética e, por outro, na exposição a um factor alergénico desencadeante. A pessoa atópica demonstra uma hipersensibilidade a estímulos ambientais que, a maior parte dos indivíduos, suporta perfeitamente.

O sistema imunitário considera como “ameaças“ elementos ambientais normalmente inofensivos e defende-se, tal como faria face a um agente patogénico. Na pele, este processo defensivo excessivo desencadeia os sintomas associados ao eczema: comichão, vermelhidão, pele seca e gretada. A maioria dos doentes passa por fases de remissão alternadas com momentos de exacerbação dos sintomas.

Criada em 2005 no Japão, na sequência da fusão entre a Yamanouchi Pharmaceutical Co. e a Fujisawa Pharmaceutical Co, a Astellas Pharma é uma das 20 maiores empresas farmacêuticas do mundo. Com uma facturação de cerca de 10,4 mil milhões de dólares, em 2009, a empresa conta com cerca de 16 mil colaboradores em delegações espalhadas pela Europa, América do Norte, Ásia e Japão, país onde foi fundada.

Com um trabalho orientado para o doente, a Astellas Pharma está empenhada no desenvolvimento de medicamentos inovadores de primeira linha em áreas terapêuticas chave como a transplantação, urologia, dermatologia, infecciologia e dor.

04 de maio de 2011

Fonte: Inforpress


Comentários