Depressão vai atingir 350 milhões de pessoas

Doenças mentais representam 13% do total de todas as doenças do mundo
20 de maio de 2013 - 10h17



As doenças mentais e neurológicas afetam cerca de 700 milhões de pessoas no mundo. E a maior parte delas não está a ter tratamento médico. A OMS redigiu uma proposta de Plano de Ação para ser aprovada esta semana pelos membros da Organização reunidos em Genebra.



O documento, que vai ser analisado esta semana, constata que as doenças mentais representam 13% do total de todas as doenças do mundo e são já um terço das patologias não transmissíveis.



Segundo as estimativas, cerca de 350 milhões de pessoas deverão sofrer de depressão e 90 milhões terão uma desordem pelo abuso ou dependência de substâncias.



No foro neurológico, calcula-se que 50 milhões de pessoas terão epilepsia e mais de 35 milhões devem sofrer de Alzheimer ou outras demências.



Na União Europeia estima-se que a falta de produtividade decorrente das doenças mentais provoque uma quebra do Produto Interno Bruto (PIB) de entre três a quatro por cento.



Já o Fórum Económico Mundial indica que o custo global das doenças mentais ultrapassa os 2,5 mil milhões de dólares (cerca de dois milhões de euros).



Apesar do impacto social e económico destas doenças, a sua prevenção e tratamento não têm sido prioritários, considera a OMS, que pretende inverter esta situação com o Plano de Ação (2013-2020) que será apresentado esta semana.



Lusa
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários