Depressão é segunda maior causa de invalidez no mundo, diz estudo

A maior parte dos países da Europa são de incidência média de depressão
7 de novembro de 2013 - 11h48



A depressão é a segunda causa mais comum de invalidez em todo o mundo, depois das dores nas costas, segundo um estudo agora publicado.



A investigação, publicada na revista científica PLOS Medicine, comparou a depressão clínica com outras 200 doenças e lesões apontadas como causas de invalidez.



Segundo os autores da investigação, a doença deve ser tratada como uma prioridade de saúde pública global. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, apenas uma pequena proporção dos pacientes com depressão tem acesso a tratamento em todo o mundo.



Apesar de ser globalmente classificada como a segunda principal causa de invalidez, a depressão tem um impacto variado dependendo do país e da região.



A incidência de depressão é maior em países como Afeganistão, Rússia e Turquia e menor em locais como Austrália, China, México, Japão e Grã-Bretanha.



Os países da América do Sul são classificados como nações de incidência média de depressão, assim como países como os Estados Unidos, Índia, a maior parte da Europa e África.



"A depressão é um grande problema e é preciso prestar mais atenção à doença", diz, Alize Ferrari, da Escola de Saúde Populacional da Universidade de Queensland, na Austrália e coordenadora do estudo.



"Ainda há mais trabalho a fazer em termos de conscientização e tratamento da doença", acrescentou, cita a BBC.



SAPO Saúde
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários