Construção do Centro de Saúde de Barcarena, em Oeiras, arranca em janeiro

O Centro de Saúde de Barcarena, prometido pelo atual executivo da Câmara de Oeiras em 2013, vai definitivamente avançar a partir de janeiro de 2016, uma obra que terá um custo de 980 mil euros.

Em comunicado, a autarquia liderada pelo independente Paulo Vistas informou hoje que a obra foi sujeita a concurso público, à qual apresentaram propostas 23 candidatos.

"Analisadas e avaliadas as propostas pelo júri nomeado para o efeito, o executivo municipal aprovou, na reunião de câmara do dia 04 de novembro, a adjudicação da empreitada à empresa ‘Costa e Carvalho, S.A.', pelo valor de 980 mil euros, ao qual acresce o IVA à taxa legal em vigor", indica.

A obra irá decorrer ao longo de cerca de um ano e meio e irá servir cerca de 18 mil utentes, com valências de Medicina Geral e Familiar, Vacinação e Tratamentos, entre outras.

"Este equipamento surge de acordo com a necessidade de uma nova extensão de saúde nesta zona do concelho, devido à densidade populacional local", refere a autarquia.

O novo centro de saúde irá localizar-se na Quinta das Lindas, com reabilitação do edifício principal desta estrutura e demolição de espaços que não fazem parte da construção original.

O projeto assenta na disposição de um novo edifício de apenas 1 piso e uma cave técnica, em toda a extensão da Quinta das Lindas.

O novo edifício irá desenvolver-se ao longo de um pátio interno, rodeado por uma zona exterior semiprivada, que permitirá o atravessamento mais rápido entre diversas zonas do centro de saúde.

artigo do parceiro: Nuno de Noronha

Comentários