Comer chocolate todos os dias protege a pele do sol

Flavonóides do chocolate protegem a pele das agressões do sol

17 de julho de 2014 - 09h55

Cientistas norte-americanos concluíram que o consumo diário de cerca de 20 gramas de chocolate pode tornar as pessoas mais resistentes aos efeitos das radiações ultravioletas.

"A nossa investigação demonstrou que o regular consumo de chocolate rico em flavonóides confere uma fotoproteção significativa e que pode ser efetiva na proteção da pele humana contra os efeitos ultravioletas", refere a investigação do National Institutes of Health.

O estudo assevera que o chocolate negro é o que concentra o maior nível de flavonóides, de acordo com a Associação dos Industriais de Chocolates e Confeitaria.

Porém, os grãos de cacau perdem, durante o processo produtivo, uma parte significativa da capacidade antioxidante garantida pelos flavonóides. "O chocolate convencional não tem esse efeito", assegura o NIH.

Foram constituídos dois grupos, de 15 pessoas cada um. Um dos grupos consumiu chocolate rico em flavonóides durante 12 semanas, todos os dias, enquanto o outro ingeriu chocolate com baixo nível de flavonóides.

O grupo que ingeriu uma alta dose de flavonóides duplicou a proteção face aos raios ultravioletas, enquanto o outro grupo manteve os níveis que tinha no início do estudo.

Por SAPO Saúde

artigo do parceiro: Nuno de Noronha

Comentários