Coca-Cola promete combater a obesidade

Empresa passará a ideia de que consumo regrado de refrigerantes faz parte de uma vida saudável
9 de maio de 2013 - 12h00



A Coca-Cola anunciou que vai adotar medidas em mais de 200 países com o objetivo de ajudar na luta contra a obesidade. A campanha passará por incluir informação mais visível sobre calorias nos rótulos das garrafas e conduzirá ao fim da publicidade dirigida a menores de 12 anos.



As medidas, escreve o diário inglês Guardian, fazem parte da estratégia da empresa para melhorar a imagem junto dos consumidores, depois de críticas relacionadas com a quantidade de açúcar nas bebidas.



A empresa sediada em Atlanta, nos Estados Unidos, tentará passar a ideia de que o consumo regrado de refrigerantes faz parte de uma vida saudável.



A gigante quer ainda estimular o consumo das bebidas com menos calorias. “Queremos ser parte da solução”, disse o presidente da empresa, Muhtar Kent, numa entrevista à televisão norte-americana CBS.



Kent não especificou como pretende contribuir para a promoção de estilos de vida saudáveis. “Todos sabemos que ingerir calorias é mais divertido do que gastá-las mas queremos que queimar calorias também tenha um pouco de diversão”, comentou.



A data do lançamento da campanha ainda não é conhecida.



No mercado norte-americano, as bebidas com menos calorias passaram de um peso de 30% em 1990 para mais de 40% agora.



SAPO Saúde
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários