Cinco regiões com risco "muito alto" de exposição à radiação UV

Madeira com alerta laranja por causa das temperaturas altas
22 de abril de 2004 - 09h37



As regiões do Funchal, Porto Santo, Faro, Penhas Douradas e Sagres apresentam hoje risco “muito alto” de exposição à radiação ultravioleta (UV), de acordo com informação disponível na página do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).



Com o nível “muito alto”, o IPMA aconselha a utilização de óculos de sol com filtro UV, chapéu, t-shirt, guarda-sol e protetor solar, sublinhando igualmente que se deve evitar a exposição das crianças ao Sol.



De acordo com o IPMA, outras 18 regiões de Portugal apresentam um "risco alto", aconselhando o uso de óculos de sol com filtro UV, chapéu, t-shirt e protetor solar.



A radiação ultravioleta pode causar graves prejuízos para a saúde se o nível exceder os limites de segurança.



O índice desta radiação apresenta cinco níveis, entre o “baixo” e o “extremo”, sendo o máximo o 11.



O IPMA colocou hoje sob aviso laranja e amarelo a ilha da Madeira devido ao tempo quente e persistência de valores elevados da temperatura máxima.



A Madeira vai estar sob aviso laranja, entre as 06:00 e as 20:00 de hoje, por causa do tempo quente, prevendo-se uma temperatura máxima para o Funchal de 32 graus Celsius.



O instituto adianta na sua página da Internet que o aviso laranja vai passar a amarelo entre as 20:00 de hoje e as 19:59 de terça-feira.



O aviso laranja é o segundo mais grave numa escala de quatro e implica uma situação meteorológica de risco moderado a elevado, pelo que o IPMA recomenda às populações que se mantenham ao corrente da evolução das condições meteorológicas e que sigam as orientações da Proteção Civil.



Já o aviso amarelo é o terceiro mais grave de uma escala de quatro e implica uma situação de risco para determinadas atividades dependentes das condições meteorológicas, sendo recomendável o acompanhamento da sua evolução.



Lusa
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários