Cinco distritos em alerta amarelo de calor, exposição ultravioleta também em níveis perigosos

Lisboa, Leiria, Setúbal, Évora e Beja em alerta amarelo até sábado devido ao calor
12 de junho de 2014 - 08h11
O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou de três para cinco os distritos do continente que estão entre hoje e sábado sob aviso amarelo devido à previsão de temperaturas máximas elevadas.
De acordo com uma atualização do IPMA às 07:00, além de Setúbal, Évora e Beja, vão estar também sob aviso amarelo (entre as 10:00 de hoje e as 23:59 de sábado) os distritos de Lisboa e Leiria devido à persistência de valores elevados da temperatura máxima.
Os distritos de Setúbal, Évora e Beja vão estar sob aviso amarelo, o segundo menos grave de uma escala de quatro, entre as 10:00 de hoje e as 06:00 de sábado.
As temperaturas máximas vão subir gradualmente, entre dois a sete graus, até domingo, devido a uma “corrente de leste que vai instalar-se no continente”, segundo o IPMA.
De acordo com o IPMA, a subida da temperatura deve-se a uma corrente de leste que vai instalar-se no continente desde os Açores até à Europa central, dando origem a temperaturas elevadas perfeitamente normais para esta altura do ano.
A tendência a partir da próxima segunda-feira é para uma ligeira descida da temperatura.
O IPMA prevê para hoje no continente céu pouco nublado ou limpo, aumentando temporariamente de nebulosidade durante a tarde, em especial no interior onde há condições favoráveis à ocorrência de aguaceiros e de trovoada.
A previsão aponta também para vento em geral fraco do quadrante leste, soprando temporariamente moderado, nas terras altas do norte e centro até ao início da manhã e de noroeste na faixa costeira ocidental durante a tarde e subida de temperatura.
Em Lisboa e Castelo Branco prevê-se uma temperatura máxima de 34 graus Celsius, em Évora 36, em Beja 35, em Braga e Coimbra 33, Bragança, Vila Real e Portalegre 32, no Porto 28, Leiria e Viseu 31, Faro 30, Funchal 25, Ponta Delgada e Angra do Heroísmo 23 e Santa Cruz das Flores 22.
Risco muito alto de exposição à radiação UV
Quase todo o país apresenta hoje risco muito alto de exposição à radiação ultravioleta (UV), de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Comentários