Cientistas britânicos produzem vacina revolucionária contra a febre aftosa

Vacina poderá agora ser fabricada devido à análise das partículas atómicas do vírus
28 de março de 2013 - 16h37
Uma nova vacina contra a febre aftosa, apresentada como mais segura e resistente do que as já existentes, foi desenvolvida por cientistas britânicos de forma totalmente sintética, segundo um artigo publicado esta quarta-feira na revista PLO Pathogens.
Atualmente, as vacinas contêm uma dose baixa do vírus altamente contagioso para estimular o sistema imunitário a produzir anticorpos.
Mas investigadores das Universidades de Oxford e Reading acreditam que podem produzir uma nova vacina, totalmente sintética, graças à análise das partículas atómicas do vírus, realizada no acelerador de partículas britânico em Oxford.
Com os novos dados, os cientistas reconstituiram a estrutura externa do vírus, que gera a produção de anticorpos, explica a publicação.

SAPO Saúde com AFP
artigo do parceiro: Nuno de Noronha

Comentários