Cientista português ganha segundo prémio no concurso europeu de investigação oncológica

Concurso destaca a nova geração de cientistas de topo da investigação da cura contra o cancro

Alexandre Trindade, cientista da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Técnica de Lisboa (UTL) e do Instituto de Ciência da Gulbenkian em Oeiras, acaba de ser anunciado como vencedor do segundo prémio - no valor de cerca de 1200 euros (1.000 £) - do concurso patrocinado pela MedImmune, que destaca a nova geração de cientistas de topo da investigação da cura contra o cancro. Licenciados e pós-graduados em toda a Europa foram convidados a apresentar as suas pesquisas no campo de microambientes tumorais, no concurso promovido pela MedImmune, unidade global biológica da AstraZeneca, que tem um centro de investigação em Cambridge, no Reino Unido.

"Estou muito orgulhoso por receber o segundo prémio deste concurso"
, disse Alexandre Trindade. "Ter-me sido dada a oportunidade de apresentar o meu trabalho a um painel de especialistas líderes em oncologia e receber um feedback positivo foi uma experiência extremamente gratificante."

O primeiro prémio - no valor de cerca de 2.300 euros (£ 2000) - foi atribuído a Carmela De Santo do Weatherall Institute of Molecular Medicine, University of Oxford e o terceiro prémio entregue a Thomas Cox do Institute of Cancer Research, em Londres.

"Estamos muito impressionados com a qualidade das pesquisas científicas realizadas por estes investigadores”, disse o Dr. Christian Blank, um dos membros do júri do concurso e especialista de imunologia do Netherlands Cancer Institute. “Um maior conhecimento do microambiente do tumor pode contribuir para a nossa compreensão geral de como os cancros se comportam. A investigação realizada por estes jovens cientistas irá permitir à comunidade científica criar um novo conjunto de conhecimentos que poderão estar na base do desenvolvimento de novas terapias."


O concurso foi aberto a licenciados e pós-graduados na Europa, com dez finalistas seleccionados para apresentar as suas pesquisas a um painel de jurados especialistas, incluindo o professor Adrian Harris, do Weatherall Institute of Molecular Medicine, University of Oxford, no Reino Unido, o Dr. Christian Blank, do Netherlands Cancer Institute, na Holanda; Dr. Klaus Bosslet, da MedImmune e o Dr. Scott Hammond, , cientista sénior da MedImmune.

O foco do concurso - microambiente tumoral - reflecte o interesse de investigação da MedImmune do Reino Unido - Departamento de Oncologia, em Cambridge. Os três vencedores foram anunciados na cerimónia de entrega de prémios na prestigiada Universidade de Cambridge depois da avaliação de suas apresentações com base no mérito científico, inovação e apresentação.

Comentários