Cidades do mundial vão receber inspeção anti-dengue antes do evento

Inspeção incluirá também os locais sedes das seleções estrangeiras

15 de abril de 2014 - 06h11

As 12 cidades-sedes do Mundial2014, que se realiza no Brasil, receberão uma inspeção anti-dengue "detalhada" antes do evento, informou na segunda-feira à Lusa Jarbas Barbosa, secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde brasileiro.

"As cidades brasileiras já possuem um controlo permanente, com 55 mil agentes, para evitar os criadouros do mosquito transmissor da dengue, mas, no período anterior à Copa, as equipas farão uma inspeção detalhada nas cidades-sedes, incluindo os estádios e o seu entorno", afirmou Barbosa, por telefone.

A inspeção incluirá também os locais sedes das seleções estrangeiras, como a cidade de Campinas (interior de São Paulo), onde ficará Portugal, segundo o secretário de Vigilância em Saúde.

As autoridades de Campinas pediram hoje ajuda ao Governo Federal brasileiro para combater um surto de dengue. De acordo com a Agência Brasil, a cidade registou 3.615 casos da doença neste ano e investiga 3.346 outros casos suspeitos.

Jarbas Barbosa afirmou que serão enviados à cidade técnicos do Ministério da Saúde para analisar as ações a ser tomadas.

O secretário de Vigilância em Saúde realçou não acreditar que a dengue será um problema durante o Mundial, já que 90% dos casos da doença ocorrem no Brasil entre janeiro e maio, durante a temporada de calor e chuvas no sudeste brasileiro, clima mais propício para a proliferação da doença.

Barbosa afirmou ainda que este ano apresentou uma redução de 77% dos casos de dengue em relação ao ano passado até o momento.

Para os turistas que virão ao Brasil para o evento, o secretário de Vigilância em Saúde acrescentou que os hotéis costumam ter orientação constante para evitar criadouros para o mosquito transmissor da dengue.

Lusa

artigo do parceiro: Nuno de Noronha

Comentários