Chuva, vento e baixa de temperatura devido a depressão provocada pelo Henri

Os distritos de Porto, Braga, Viana do Castelo e Vila Real estão esta terça-feira sob aviso vermelho, o mais grave de uma escala de quatro, devido à previsão de chuva forte, informou o Instituto do Mar e da Atmosfera.

De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), os distritos do Porto, Viana do Castelo, Porto, Braga e Vila Real vão estar sob aviso vermelho entre as 12h00 e as 23h59 de hoje devido à previsão de chuva forte e persistente e à possibilidade de ocorrência de fenómenos extremos de vento.

O instituto colocou também em aviso laranja os distritos de Bragança, Viseu, Castelo Branco, Coimbra, Aveiro e Guarda devido à possibilidade de chuva e vento com rajadas da ordem dos 120 quilómetros por hora nas terras altas entre as 18h00 de hoje e as 06h00 de quarta-feira.

O distrito de Leiria está sob aviso amarelo, o terceiro mais grave de uma escala de quatro, devido à previsão de chuva, vento forte com rajadas da ordem dos 70 quilómetros por hora, podendo atingir os 90 quilómetros por hora nas terras altas e agitação marítima, prevendo-se ondas com 4 a 5 metros.

Também os distritos de Lisboa e Setúbal estão com aviso amarelo devido à previsão de agitação marítima forte, com ondas de sudoeste com 4 a 5 metros entre as 03h00 e as 18h00 de quarta-feira.

Henri agrava condições para os próximos dias

De acordo com um comunicado do IPMA, o agravamento das condições para os próximos dias, especialmente para terça-feira, deve-se à passagem de uma depressão com origem no ex-ciclone tropical 'Henri', centrada hoje a norte dos Açores.

A depressão irá aproximar-se da Corunha, em Espanha, na próxima madrugada, em direção do Golfo da Biscaia.

Os efeitos da depressão irão prolongar-se até ao fim de quarta-feira e traduzem-se por precipitação forte e vento intenso nas regiões a norte do Mondego, diz-se no comunicado do IPMA. As regiões do Minho, Douro e Beira Litoral, na tarde e na noite de hoje, vão ser as mais atingidas, com precipitação que pode ultrapassar os 100 mililitros em 24 horas.

O vento forte chegará ao litoral logo na manhã de terça-feira e deve prolongar-se até ao fim da manhã de quarta-feira. A região sul será menos afetada mas no norte as rajadas serão na ordem dos 90 quilómetros a norte do rio Mondego, com rajadas superiores a 110 quilómetros nas terras altas.

Comentários