Cerci de Castanheira de Pera abre em julho novo lar residencial para deficientes

Novo lar residencial vai ter capacidade para 18 utentes

2 de junho de 2014 - 10h42

A Cercicaper - Cooperativa para a Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados de Castanheira de Pera, distrito de Leiria, deverá abrir em julho um novo lar residencial para deficientes, investimento de 700 mil euros que inclui uma residência autónoma.

À agência Lusa, a presidente da instituição, Ana Paula Neves, afirmou que a obra, já concluída, aguarda apenas a emissão de licença e que vai aumentar a capacidade da instituição nesta valência e, dessa forma, dar resposta à lista de espera.

“O lar residencial é das valências em que existe sempre lista de espera”, explicou Ana Paula Neves, referindo que o investimento visa dar resposta a utentes que “já não têm retaguarda familiar” ou cuja família não tem capacidade para cuidar deles.

A este propósito, referiu que “a angústia de muitos pais com filhos deficientes” é temerem “pelo futuro deles quando já não estiverem cá para cuidar”.

“Também a própria Segurança Social, em situações de emergência, nos pede resposta”, adiantou a responsável.

Segundo a dirigente, o novo lar residencial vai ter capacidade para 18 utentes, 12 dos quais estão no atual lar, que funciona em instalações cedidas pela Fundação Bissaya Barreto, “mas que não reúnem as condições exigidas atualmente para esta resposta”, enquanto a residência autónoma vai albergar cinco pessoas.

“Para o financiamento da obra, inicialmente fizemos uma candidatura ao PARES [Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais], que foi aprovada. Entretanto, surgiram candidaturas no Quadro de Referência Estratégico Nacional, no qual havia maior comparticipação, de 75 por cento, e arriscámos”, disse a responsável, acrescentando que já a obra decorria e a compartição passou para 90%.

Comentários