Cartão Europeu de Seguro de Doença já tem aplicação para smartphone

Aplicação está disponível em 24 línguas e mais de 30 países
22 de julho de 2013 - 07h22 (última atualização)



A aplicação do Cartão Europeu de Seguro de Doença é gratuita e fácil de usar. Inclui um guia sobre como utilizar o cartão em 27 países da União Europeia, Islândia, Listenstaine, Noruega e Suíça.



O serviço fornece números de telefone de emergência, informações sobre despesas e tratamentos abrangidos, como solicitar reembolsos e quem contactar em caso de extravio do cartão.



Disponível em 24 línguas, com a opção facilitada de alternar entre os vários idiomas, a aplicação pode ser descarregada em smartphones ou tablets com os sistemas operativos iOS 4.2, Android 2.2 e Windows Phone 7.5 ou mais recentes. Convém instalá-la antes de partir de férias, para evitar custos de roaming, se não prevê vir a ter ter acesso a um hotspot gratuito.



O cartão em si não pode ser gerado nem descarregado a partir da aplicação.



Em Portugal, é emitido pela Segurança Social. Peça-o através do site da Segurança Social ou, localmente, num dos serviços de atendimento, nas lojas do cidadão ou pelo seu subsistema de saúde. É, depois, enviado para a morada indicada. Caso não esteja pronto a tempo da viagem, peça um certificado provisório de substituição, que garante os mesmos benefícios.



O cartão só abrange emergências e não substitui um seguro de viagem. Se estiver de passagem por um dos países abrangido pelo cartão e sofrer um acidente ou sentir-se mal, terá o mesmo acesso aos cuidados de saúde do setor público (médicos, medicamentos, hospitais ou centros de saúde) que os cidadãos do país que está a visitar e pagará por igual.



Se os cuidados não forem gratuitos, o portador do cartão será reembolsado das despesas efetuadas, segundo as regras do país onde os cuidados foram prestados, logo na altura ou quando regressar



SAPO Saúde


artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários