Campanha do Banco Farmacêutico recolheu 10 mil medicamentos

Desde 2009, já foram recolhidos 50.000 medicamentos em Portugal
18 de fevereiro de 2014 - 13h28



A campanha de recolha de medicamentos, realizada no dia 08 de fevereiro em farmácias de várias regiões do país, angariou 10 mil medicamentos que vão ser doados a 72 instituições de solidariedade, anunciou hoje o Banco Farmacêutico.



A VI Jornada de Recolha de Medicamentos contou este ano com a adesão de 122 farmácias da região do Algarve, do Alentejo, Aveiro, Santarém, Setúbal, Sintra, Lisboa, Covilhã, Leiria e Vila Real.



Durante a iniciativa, que contou com a participação de 500 voluntários, foram recolhidos cerca de 10 mil medicamentos e produtos de saúde, que irão beneficiar os utentes de 72 instituições particulares de solidariedade social (IPSS) da região das farmácias aderentes, adianta em comunicado o Banco Farmacêutico (BF).



“Em cinco anos de Jornadas de Recolha de Medicamentos tem-se registado um crescimento contínuo de número de farmácias, voluntários, instituições apoiadas e também em número de medicamentos recolhidos”, adianta o BF



Desde 2009, ano em que a iniciativa decorreu pela primeira vez em Portugal, já foram recolhidos 50.000 medicamentos e produtos de saúde.



Em 2013, tinham sido recolhidos mais de nove mil fármacos, um número que a organização conseguiu superar este ano, conforme era o seu objetivo.



O presidente do Banco Farmacêutico, Luís Mendonça, afirma que o objetivo para 2015 é que estender a iniciativa a todo o país.



Nesse sentido, Luís Mendonça desafia farmácias, IPSS e grupos de voluntários “a contactarem o BF e assim darem início a parcerias que permitam fazer chegar mais medicamentos a quem mais precise”.



Lusa
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários