C&A retira do mercado casacos de bebé por risco de asfixia devido a botões

C&A pede aos consumidores que devolvam os casacos de bebé de cores vermelho e cor-de-rosa
12 de junho de 2014 - 08h28



A empresa internacional de vestuário C&A anunciou hoje, em comunicado publicado na imprensa, a retirada de casacos de bebé por causa dos botões, que podem soltar-se e causar asfixia, prometendo reembolsar quem devolva o produto.



No anúncio, a empresa explica ter decidido retirar do mercado os casacos de bebé a partir dos três meses e até aos dois anos, porque os botões daqueles artigos correm o risco de se soltar.



“Ao puxar um fio saliente de um dos botões, o botão poderá cair. Se os bebés levarem à boca o botão solto e o engolirem, isto poderá representar um risco de asfixia”, explica a empresa, salientando que, apesar de não ter sido registado qualquer incidente, os casacos vão ser retirados do mercado por precaução.



No comunicado, a C&A pede aos consumidores que devolvam os casacos de bebé de cores vermelho e cor-de-rosa (com os números da referência 321/02/02/74522/803 e 321/02/74522/805), com os tamanhos 68 a 92 (a partir dos 3 meses a 2 anos).



“Pode devolver os casacos de bebé em qualquer loja C&A ou enviá-los por correio, sem qualquer custo. Iremos reembolsar a totalidade do valor”, referiu a empresa.



A C&A sublinhou que não foram registados até ao momento quaisquer danos pessoais, tratando-se apenas de uma medida preventiva voluntária.



Por Lusa
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários