Bolsa D. Manuel de Mello

Premiado projecto sobre obesidade e insuficiência cardíaca

A Bolsa D. Manuel de Mello, no valor de 12.500 euros, acaba de ser atribuída ao projecto de investigação “Papel do tecido adiposo e da sobrecarga ventricular na fisiopatologia da disfunção diastólica” de André Lourenço, da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto.

Este trabalho permitirá determinar os mecanismos através dos quais a obesidade e a sobrecarga de pressão promovem o aparecimento de disfunção diastólica e insuficiência cardíaca diastólica. O objectivo final deste projecto é a contribuição para o desenvolvimento de novas estratégias terapêuticas que possam alterar o curso da insuficiência cardíaca diastólica.

André Lourenço é licenciado em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, desenvolve actividades de docência e investigação no Serviço de Fisiologia da Faculdade de Medicina do Porto e integra, desde 2003, a Unidade de Investigação e Desenvolvimento Cardiovascular. Faz parte ainda do Centro de Cirurgia Cardiotorácica e do Serviço de Anestesiologia do Hospital de São João.

Atribuída pela Fundação Amélia da Silva de Mello, com o apoio e promoção da José de Mello Saúde, a Bolsa D. Manuel de Mello tem edição anual, com o objectivo de contribuir para o avanço das Ciências da Saúde. Destina-se a premiar jovens médicos, que desenvolvam projectos de investigação clínica individuais, ou integrados em equipas, no âmbito das Unidades de Investigação e Desenvolvimento das Faculdades de Medicina portuguesas.

Legenda da foto (da esquerda para a direita):

António Sousa Rego (Secretário geral da Fundação Amélia da Silva de Mello), Maria Amélia Bleck (administradora José de Mello Saúde), Vencedor

20 de abril de 2011

Fonte: LUSA/SAPO

Comentários