Banco Alimentar Contra a Fome inicia campanha "online" de recolha de alimentos

O Banco Alimentar contra a Fome inicia hoje mais uma campanha "online" de recolha de alimentos, numa altura em que os pedidos de ajuda continuam a aumentar, disse à Lusa a presidente da instituição, Isabel Jonet.
créditos: LUSA

A campanha, que decorre em www.alimentestaideia.net, permite a participação de pessoas que habitualmente não se deslocam ao supermercado ou que residam fora de Portugal, nomeadamente os emigrantes.

Esta campanha antecede a tradicional campanha de recolha de alimentos nos supermercados, a realizar no próximo fim de semana, em 1995 estabelecimentos comerciais de todo o país, e a campanha “Ajuda Vale”, que vai terminar a 07 de dezembro,

A presidente da Federação Portuguesa dos Banco Alimentares, Isabel Jonet, adiantou que, durante o fim-se-semana, 42.000 voluntários irão estar à porta das lojas a convidar “os portugueses a serem mais solidários com as pessoas mais carenciadas da sua região”.

Segundo a federação, as famílias, os desempregados, crianças e idosos são os grupos mais afetados pela crise económica, aumentando significativamente os pedidos de apoio e a necessidade de a instituição alargar a sua capacidade de resposta às instituições sociais que apoiam.

“Na senda do que vem sendo habitual nos últimos dois anos regista-se um acréscimo dos pedidos de apoio às instituições, há mais pessoas com necessidades”, disse Isabel Jonet.

Comentários