Animais também transmitem a infeção mais mortal do mundo

Tossir, rir, falar e espirrar. Estes são os principais culpados pelo contágio da doença infeto-contagiosa que mais mortes causa no mundo: a tuberculose e as suas variantes. Mas não são os únicos.
créditos: Pixabay

Além da troca de gotículas de saliva humana, o contacto com animais causa 140 mil casos de tuberculose e 12 mil mortes por ano.

A transmissão da variante zoonótica da tuberculose tem sido tradicionalmente negligenciada e os dados em cima são estimativas que podem estar abaixo dos números reais, concluíram dezenas de especialistas na Conferência da União Mundial sobre Saúde Pulmonar que decorreu em Guadalajara, no México, esta semana.

"Os dados podem parecer pequenos quando comparados com a doença global, que causa 1,8 milhões de mortes por ano", comentou Paula Fujiwara, diretora científica do simpósio. "Mas para atingirmos o objetivo de acabar com a epidemia global de tuberculose até 2030, que está dentro dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, é indispensável abordar esta doença também na perspetiva zoonótica", acrescentou.

Veja ainda: 15 doenças que ainda não têm cura

Saiba mais: A mordedura destes 10 animais pode matá-lo em minutos

Simeon Cadmus, professor de Saúde Pública Veterinária da Universidade de Ibadan, trabalha junto de comunidades rurais na Nigéria. Este é o quarto país do mundo com mais casos de tuberculose. "As pequenas comunidades pastorais vivem inteiramente de animais, bebem o seu leite sem pasteurização e não é fácil mudar os seus hábitos", começa por explicar ao jornal espanhol El País.

"Primeiro devemos alcançá-los e ganhar a sua confiança e, a partir daí, trabalhar em projetos abrangentes com veterinários e médicos para ensinar-lhes medidas higiénicas e estabelecer protocolos sanitários ", acrescenta.

A transmissão mais frequente de tuberculose de animais para humanos ocorre pelo consumo de leite cru ou produtos lácteos não tratados, pela ingestão de carne malcozida ou pelo contacto com animais infetados.

Comentários