Afinal a cerveja não faz barriga e até ajuda a prevenir doenças

Cerveja ajuda a prevenir doenças de coração, osteoporose e diabetes

17 de setembro de 2013 - 15h53

A ideia de que o consumo de cerveja faz ganhar peso foi desmistificada por cientistas britânicos que, inclusivamente, alegam que a bebida traz mais benefícios do que desvantagens para a saúde. Afinal, o conceito "barriga de cerveja" pode ser um mito urbano.

O estudo "Beer & Calories: A scientific review" não nega a ideia de que qualquer tipo de bebida alcoólica consumida em excesso conduz ao aumento de peso e a doenças associadas, provocadas pelo consumo abusivo de calorias.

No entanto, a investigação assevera que beber cerveja de forma moderada pode contribuir para o enriquecimento nutricional do metabolismo humano e ainda prevenir doenças de coração, osteoporose e diabetes.

Os cientistas revelaram que a cerveja tem um valor calórico mais baixo do que a maioria das bebidas alcoólicas existentes, como é o caso do vinho e das bebidas brancas ou mesmo de uma chávena de capuccino.

Para o estudo foram cruzaram dados de 16 investigações diferentes que envolveram 200 mil pessoas. Os resultados mostraram ainda que a cerveja reduz em 31% o risco de ter uma doença cardíaca.

A investigação mostra que a bebida pode aumentar os níveis de lipoproteína de alta densidade no sangue, o chamado "bom colesterol", sendo aconselhado o consumo de uma caneca de cerveja por dia.

Para além destes benefícios, as propriedades da cerveja podem ainda garantir ossos mais fortes devido aos altos níveis de silício presentes na bebida, elemento essencial para a formação dos ossos e cartilagem.

SAPO Saúde

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários