Abriu em Coimbra nova unidade de saúde mental

Já abriu a Unidade Psiquiátrica Privada de Coimbra, uma clínica constituída por uma equipa multidisciplinar composta por psiquiatras, psicólogos especializados e enfermeiros.
créditos: TIAGO PETINGA/LUSA

Esta unidade pretende prestar um serviço diferenciador à população, colmatando as lacunas existentes atualmente. "Pretendemos prestar cuidados médicos incluindo avaliação, diagnóstico, prescrição e execução de medidas de tratamento em saúde mental, como psicoterapia ou reabilitação, na Unidade ou ao domicílio, facilitando assim o acesso a cuidados psiquiátricos a pessoas que não têm possibilidade ou condições para se deslocar", explica o médico Joaquim Cerejeira, diretor clínico da unidade.

E acrescenta: "Estamos também disponíveis para assegurar um acompanhamento psiquiátrico integral dos doentes institucionalizados, em lares e centros de dia, em Coimbra. Sabemos que uma percentagem significativa de pessoas idosas que frequentam as instituições sofre de demência, doença de Alzheimer ou demência vascular e é importante que tenham acesso a uma consulta especializada de psiquiatria, o que é crucial para estabelecer o diagnóstico e clarificar os fatores que contribuem para os sintomas".

A Unidade Psiquiátrica Privada de Coimbra pretende ainda ter um papel na educação para a saúde mental, com a realização de cursos de ensino e formação para profissionais e cuidadores, estudos de investigação e eventos científicos.

Portugal é o segundo país com a mais elevada prevalência de doenças psiquiátricas da Europa. Estima-se que um em cada cinco portugueses sofre de uma perturbação psiquiátrica. A depressão é a terceira causa de carga global de doença.

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários