Eletroestimulação muscular. Sabe o que é?

Fomos tirar todas as dúvidas sobre eletroestimulação muscular com Ricardo Onofre, responsável da Rapid Fit&Well em Portugal.

O que é a eletroestimulação muscular? Como se faz?

É uma tecnologia transmite impulsos artificiais nos músculos, possibilitando estimular aproximadamente 350 músculos em 20 minutos, sendo necessário vestir um equipamento próprio (colete e calção), onde estão colocados os elétrodos.

Todas as sessões devem ser acompanhadas por personal trainers que efetuam um levantamento das necessidades de cada cliente e desenham as sessões, conforme os objetivos de cada um.

Para que serve?

As sessões de eletroestimulação podem ser efetuadas para perder peso, reduzir gordura e celulite, aumentar a massa muscular, fortalecer zonas específicas, braços, bíceps e tríceps, glúteos, pernas, consoante as necessidades de cada um.

Quem pode e quem não pode fazer?

Não é aconselhável a pessoas que tenham pacemakers, que tenham colocado próteses há menos de 6 meses, grávidas e doentes com esquizofrenia.

Benefícios

Este conceito de bem-estar, com recurso à eletroestimulação muscular acompanhada por personal trainers, surgiu da necessidade de satisfazer uma procura crescente por formas cada vez mais eficazes e mais eficientes (isto é, com menos investimento de tempo) de estar em forma.

Em 20 minutos, com recurso à eletroestimulação, é possível trabalhar cerca de 350 músculos, com rendimento muito elevado, equivalendo a aproximadamente 90 a 120 minutos de um treino convencional. Com duas sessões semanais, ao fim de um mês, já é possível ver resultados expressivos.

Permite obter um bom índice de massa muscular e reduzir gordura e peso (desde que se mantenha ou melhore os hábitos alimentares). Fortalece músculos, articulações e tendões, aumentando a resistência à fadiga. Melhora a postura e reduz dores/mal-estar nas zonas lombares e costas. Melhora a circulação sanguínea e atividade cardiovascular. Diminui o envelhecimento natural dos tecidos. Fortalece os ossos, prevenindo o aparecimento de osteoporose. Previne/melhora síndromes de incontinência urinária. Melhora o bem estar mental, reduz o stress e ansiedade.

Desvantagens

Não existem desvantagens.

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários