Cafeína - A nova bebida desportiva?

A cafeína estimula o cérebro contribuindo para uma maior concentração, mas será que é benéfica a sua utilização?

O objetivo deste artigo é analisar a cafeína (conhecida e consumida em forma de café), como parte da alimentação de uma pessoa que pratique atividade física e se existem benefícios na sua ingestão.

O que é o café ou a cafeína?

O café foi descoberto pela primeira vez mais de 1000 anos, e, atualmente, é uma das bebidas mais ingeridas em todo o mundo.

Apesar dos milhares de anos que se passaram, ainda há muito mistério e controvérsia sobre os efeitos biológicos de café e da cafeína.

Assim, hoje, a cafeína é a droga estimulante mais amplamente usada em todo o mundo, geralmente ingerida sob a forma de café e chá.

É encontrada naturalmente em grãos de café, folhas de chá, chocolate, e é um ingrediente popular em bebidas desportivas e alguns medicamentos, como diuréticos e auxiliares de controlo do peso. É também utilizada por atletas e desportistas como auxiliar da performance.

A cafeína, principal ingrediente do café estimula o sistema nervoso central, através do bloqueio da adenosina, um neurotransmissor que normalmente provoca um efeito calmante no corpo. A estimulação neural resultante devido a este bloqueio faz com que as glândulas supra-renais libertem adrenalina.

O seu ritmo cardíaco aumenta, as pupilas dilatam, os músculos ficam mais tensos e a glicose é libertada na corrente sanguínea para a energia extra. Fisiologicamente, a cafeína faz-nos sentir alerta e mais despertos

Cafeína e desempenho desportivo

Sendo uma substância muito utilizada, é também das substâncias ergogênicas mais testadas (substâncias ou práticas que aumentam o consumo de energia, produção ou recuperação de um indivíduo) e é conhecida por ajudar os atletas/desportistas a treinar mais e melhor.

A cafeína estimula o cérebro e contribui para o pensamento mais claro e uma maior concentração.

Existem inúmeros estudos sobre o uso de cafeína, tanto para esforços extensos, como para esforços de curto prazo e maior intensidade. A grande maioria dos estudos concluem que a cafeína, de facto, melhora o desempenho e faz o esforço parecer mais fácil.

Cafeína e bebidas desportivas e suplementos desportivos

A ingestão moderada de cafeína é considerada nas 250 mg/dia . Em estudos de investigação, a quantidade de cafeína que melhora o desempenho varia entre 1,5 e 4 mg / kg de peso corporal (3 a 9 mg /kg), tomados uma hora antes do exercício.

Para uma pessoa de 70 kg, situa-se entre cerca de 225 a 600 mg.

A desvantagem da utilização da cafeína

Apesar dos efeitos positivos da cafeína, existem inúmeros riscos documentados que devem considerados quando consumir cafeína, seja para efeitos de melhoria de desempenho, ou simplesmente como uma parte do consumo alimentar diário.

Como estimulante do sistema nervoso central pode produzir agitação, dores de cabeça e irritabilidade. A cafeína também eleva a sua frequência cardíaca e pressão arterial. A longo prazo, como o seu corpo se habitua à cafeína, é necessária uma maior quantidade para obter os mesmos efeitos. A cafeína é ainda um diurético provocando uma perda de fluidos corporais, que, pode conduzir a um efeito de desidratação.

Se procura um suplemento que possa melhorar o rendimento do seu treino, que aumente a disposição para o treino ou até melhoria da concentração a cafeína pode ser muito útil.

artigo do parceiro:

Comentários