A música e o exercício

Liga a música e aumenta a tua performance! Descobre como podes melhorar os teus resultados com a música

A música tem sido variadamente usada no desporto e no exercício físico como é de conhecimento comum, mas existem vários fatores externos que definem a música adequada para o tipo de exercício, tal como e quando a usar, tendo isto em conta não existe nenhuma conclusão universal.

Um estudo recente apurou os seguintes resultados:

Músicas motivacionais, 110 – 150 batimentos por minuto, aplicam-se antes de 5km de corrida;

Músicas motivacionais lentas, 80-100 batimentos por minuto, aplicam-se durante 5km de corrida;

Músicas motivacionais rápidas, 140-160 batimentos por minuto, aplicam-se durante 5km de corrida;

Músicas calmas, menos 80 batimentos por minuto aplicam-se depois de 5km de corrida;

Como podemos observar pelos resultados do estudo a eficácia da música é bastante individual. As que podem motivar e aumentar a performance de um indivíduo podem não ter o mesmo efeito noutro. Apesar destes resultados todas as músicas motivacionais apresentam resultado no aumento de performance desportiva.

110 – 150 bpm – 39%

80 – 100 bpm – 89%

140-160 bpm – 85%

Resta-nos saber qual o tipo de música que será mais adequada para cada um.

É certo que um individuo que não gosta de música clássica e gosta de rock não obtem maior performance com a clássica mas sim com o rock, e vice-versa.

Apesar de existir uma diferença de 4% entre 80-100bpm e 140-160bpm é quase irrelevante, sendo recomendado como o mais adequado, um estilo de música de que goste, que seja rápida entre 80 – 160bpm, e uma música mais calma para depois do treino de maneira a acalmar o sistema nervoso central e promover uma mais rápida recuperação.

É interessante observar o resultado da música calma na recuperação dos atletas, depois da corrida, tendo esta um impacto relaxante no sistema nervoso e possivelmente potenciando a recuperação.

artigo do parceiro:

Comentários